???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1029
Tipo do documento: Dissertação
Título: As práticas morais e a aprendizagem de valores e regras: experiência com assembleias em uma escola pública de ensino fundamental I
Título(s) alternativo(s): Moral practices and the learning of values and rules: an experience with assemblies in a public elementary school
Autor: Vanni, Verônica Nogueira 
Primeiro orientador: Dias, Carmen Lúcia
Primeiro membro da banca: Francisco , Marcos Vinícius
Segundo membro da banca: Morais, Alessandra de
Resumo: Esta dissertação foi apresentada e defendida no Programa de Mestrado em Educação da Universidade do Oeste Paulista - Área de concentração: Instituição Educacional e Formação do Educador (UNOESTE). No cenário nacional observamos com frequência o crescimento dos casos de violência nas escolas, o que compromete significativamente o processo educativo. Seja verbal, física ou qualquer outro tipo de prática, a violência deve ser prevenida e combatida, pois esta é oposta ao propósito da educação. Desta forma, as respostas às situações de conflito presentes na escola retratadas nos comportamentos violentos encontrados, apontam a relevância em se trabalhar com práticas que promovam a aprendizagem de valores e regras morais e a formação ética dos alunos, pois estas compreendem a reflexão sobre valores e habilidades necessárias para a convivência em sociedade. Sob esse olhar, esta pesquisa teve por objetivo principal fundamentar e sistematizar uma experiência com uma prática moral deliberativa, as assembleias de classe, contribuindo para o desenvolvimento da autonomia moral dos alunos. Fundamenta-se em autores da psicologia da moralidade e, em especial, aqueles que trazem a perspectiva da teoria cognitiva evolutiva. Realizada segundo a abordagem qualitativa descritiva, de natureza fenomenológica do tipo Estudo de Caso intrínseco. Foi desenvolvida em uma escola municipal de Ensinos Infantil e Fundamental I do interior paulista. Os procedimentos metodológicos envolveram: a coleta de dados; análise documental; entrevistas semiestruturadas com a diretora, coordenadora pedagógica do núcleo comum e uma professora do 5º ano do Ensino Fundamental I; observação de uma experiência com assembleias de classe com uma professora e seus respectivos alunos do 5º ano do Ensino Fundamental I; entrevista pós assembleias com 30% do total de alunos escolhidos por sorteio (amostra aleatória simples). A análise e discussão dos dados foram feitas a partir das observações da prática e por meio da interpretação do significado das respostas (escrita ou oral), apresentadas pelos pesquisados; as quais foram separadas por eixos, subeixos e categorias relacionados com os objetivos propostos por esta pesquisa. Os resultados sinalizam que embora exista ainda a necessidade de um maior aprofundamento teórico-prático para a sistematização da prática moral escolar com as assembleias de classe instituídas pela escola, as mesmas favorecem a formação de um aluno protagonista em seu processo de desenvolvimento bem como o estabelecimento de um ambiente escolar onde o clima é favorável para a aprendizagem de conteúdos, valores e regras, o que resulta em uma convivência mais democrática, em que o respeito mútuo prevalece, contribuindo, consequentemente, de maneira significativa no desenvolvimento da autonomia moral. Esperamos que esta pesquisa subsidie outros estudos sobre a aprendizagem de valores e regras no trabalho com práticas morais nas escolas, e amplie a reflexão destas como mecanismos de educação moral e sua contribuição para o desenvolvimento da autonomia moral dos alunos.
Abstract: This thesis was presented and defended in the Master's Program of Education of This dissertation was presented and defended in the Master's Program in Education at the University of Oeste Paulista – Concentration Area: Educational Institution and Educator's Training (UNOESTE). In the national scenario, we frequently observe the growth of violence situations in schools, which significantly jeopardizes the educational process. Whether it is verbal, physical, or any other kind of practice, violence must be prevented and countered, since violence is the opposite of education's purpose. Thereby, the responses to situations of conflict existing in school depicted at the violent behaviors found, point out the relevance in working with practices that promote the learning of values and moral rules and the ethical formation of students, since they include the reflection about values and skills needed to the conviviality in society. In this sense, this research had as main objective to substantiate and systematize an experience with a deliberative moral practice, the class assemblies, contributing for the development of students' moral autonomy. It is based on authors of the psychology of morality and especially those who bring the perspective of evolutionary cognitive theory. It was made accordingly with the descriptive qualitative approach, of phenomenological nature of intrinsic case study type. It was developed in a municipal school of kindergarten and elementary school located in the Sao Paulo countryside. The methodological procedures have involved: data collection, documental analysis; semi structured interviews with the director, pedagogical coordinator of the common nucleus and one teacher of the 5th year of Elementary School; observation of an experience with class assemblies made with one teacher and her respective students of the 5th grade of Elementary School; interview after the assemblies with 30% of the total number of students chosen by lot (simple random sample). Data analysis and discussion were based on observations of practice and through the meaning interpretation of answers (written or oral), presented by the respondents; which were separated by axes, sub-axes and categories related to the objectives proposed by this research. Results indicate that although there is still a need for greater theoretical-practical deepening for the systematization of school moral practice with class assemblies instituted by the school, they favor the formation of a student who is protagonist in his developmental process, as well as in the establishment of a school environment in which the climate is favorable for the learning of contents, values and rules, which results in a more democratic coexistence, where mutual respect prevails contributing in a significant way for the development of moral autonomy. Our hope is that this research will subsidize other studies about the learning of values and rules in the work with moral practices in schools, expanding the reflection of these as mechanisms of moral education and their contribution to the development of students' moral autonomy.
Palavras-chave: Aprendizagem de valores e regras morais
Desenvolvimento sociomoral
Autonomia moral
Assembleias de classe
Ensino Fundamental
Learning of values and moral rules
Socio-moral development
Moral autonomy
Class assemblies
Elementary School.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Mestrado em Educação
Programa: Mestrado em Educação
Citação: VANNI, Verônica Nogueira. As práticas morais e a aprendizagem de valores e regras: experiência com assembleias em uma escola pública de ensino fundamental I. 2017. 260 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1029
Data de defesa: 28-Mar-2017
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Veronica Nogueira Vanni.pdfDocumento principal3,49 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons