???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1061
Tipo do documento: Dissertação
Título: Em busca de caminhos que promovam a autorregulação: uma experiência com uma professora e seus alunos do ensino fundamental.
Título(s) alternativo(s): In search of pathways that promote self-regulation: an experience with a teacher and her students of elementary school
Autor: FLUMINHAN, Carmem Silvia Lima 
Primeiro orientador: Murgo, Camélia Santina
Primeiro membro da banca: Pessoa, Alex Sandro Gomes
Segundo membro da banca: Bzuneck, José Aloyseo
Resumo: Investigações de como os alunos se tornam aprendizes autorregulados tem sido alvo de pesquisadores há décadas. As pesquisas proporcionaram evidências sobre a relação entre o desenvolvimento da autorregulação nos alunos, o uso adequado das estratégias de aprendizagem e o alto desempenho escolar. Neste sentido, esta pesquisa tem por objetivo investigar o impacto das ações de uma professora na promoção e no fortalecimento da autorregulação da aprendizagem dos seus alunos. Para tanto, esta dissertação está estruturada em três estudos. O primeiro estudo apresentou o panorama das publicações nacionais e internacionais acerca da autorregulação da aprendizagem. Os resultados indicaram que a maior parte das publicações estudou a autorregulação da aprendizagem relacionada a 20 outros constructos ou variáveis, a Teoria Social Cognitiva é a abordagem teórica predominante, os estudos empíricos, de abordagem qualitativa, em nível de ensino superior, com objetivo avaliativo, e no formato de artigo foram prevalentes. O segundo estudo teve como objetivo investigar se 16 alunos de sexto ano do ensino fundamental de uma escola pública no interior do Estado de São Paulo, participantes da pesquisa, recorrem ao uso adequado de estratégias de aprendizagem durante o estudo; verificar se, após um período de intervenção acerca da autorregulação da aprendizagem, os alunos demonstraram fazer mais uso de estratégias de aprendizagem e analisar as possíveis diferenças nos escores considerando a variável sexo. Os dados foram obtidos por meio da Escala de Avaliação das Estratégias de Aprendizagem para o Ensino Fundamental (EAVAP-EF). Os resultados revelaram que os participantes não recorrem às estratégias de aprendizagem de modo satisfatório no momento do estudo, não houve diferença estatisticamente significativa entre os resultados da primeira e da segunda aplicação da escala e, por fim, as meninas apresentaram melhor pontuação no total da escala e no fator metacognitivo da EAVAP-EF quando comparado aos meninos. O terceiro estudo objetivou analisar as ações da professora na autorregulação da aprendizagem de seus alunos do sexto ano do ensino fundamental; investigar as concepções da professora a respeito da autorregulação da aprendizagem; promover intervenções junto à professora com a finalidade de construir ações que facilitem o processo de aprendizagem autorregulatório em seus alunos e analisar se, após as intervenções, os alunos se revelaram mais autorregulados na perspectiva da professora participante. Os resultados evidenciaram que a docente deve atuar explicitamente como mediadora no desenvolvimento das habilidades cognitivas e metacognitvas com vistas ao desenvolvimento e ao fortalecimento de uma aprendizagem autorregulada. Além disso, na perspectiva da professora participante, ao término da intervenção, os alunos revelaram-se mais conscientes de sua responsabilidade frente à própria aprendizagem, bem como se tornaram mais cônscios acerca do uso das estratégias de aprendizagem autorregulatórias em contexto de estudo.
Abstract: Investigations of how students become self-regulating learners have been the target of researchers for decades. Research has provided evidence on the connection between the development of self-regulation in students, the proper use of learning strategies, and high school performance. In this sense, this research aims to investigate the impact of teacher actions in promoting and strengthening self-regulation of student learning. In order to reach these objectives, this dissertation is structured in three studies. The first study presented the panorama of national and international publications on self-regulation learning. The results indicated that most publications studied self-regulation learning related to 20 other constructs or variables, the Cognitive Social Theory is the predominant theoretical approach,empirical studies, using a qualitative approach, in higher education level and article format were prevalent. The second study investigated if 16 students from the sixth grade of a public school in the countryside of São Paulo State, Brazil, resort to the adequate use of learning strategies during the study; as well as verify if, after a period of intervention on self-regulation learning, the students demonstrated to make more use of learning strategies and to analyze the possible differences in the scores considering the variable sex. Data were obtained through the Learning Strategies Assessment Scale for Elementary Education (EAVAP-EF). The results showed that participants did not use learning strategies satisfactorily at the time of the study, there was no statistically significant difference between the results of the first and second application of the scale and, finally, the girls presented better scores in the total punctuation of the scale as well asin the metacognitive factor when compared to boys.The third study aimed to analyze the influence of the teacher's actions in the self-regulation learning of hersixth grade students; to investigate the teacher's conceptions regarding self-regulation learning; to promote interventions with the teacher in order to build actions that facilitate the self-regulatory learning process in her students and to analyze if, after the interventions, the students were more self-regulated in the perspective of the participants and the teacher. The results revealedthat the teacher should act explicitly as a mediator in the development of cognitive and metacognitive skills in order to develop and strengthen self-regulated learning.In addition, from the perspective of the participating teacher, after the intervention, students have become more aware of their responsibility towards learning as well as more attentive to the use of self-regulatory learning strategies in the context of study.
Palavras-chave: Autorregulação da Aprendizagem
Estratégias de Aprendizagem
Ensino Fundamental
Educação
Self-regulation in Learning
Learning Strategies
Elementary School
Education
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Mestrado em Educação
Programa: Mestrado em Educação
Citação: FLUMINHAN, Carmem Silvia Lima. Em busca de caminhos que promovam a autorregulação: uma experiência com uma professora e seus alunos do ensino fundamental. 2017. 183 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1061
Data de defesa: 12-Apr-2017
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carmem Silvia Lima Fluminham.pdfDocumento principal.1,15 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons