???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1137
Tipo do documento: Tese
Título: Atividade elicitora do ácido salicílico sobre o perfil de metabólitos primários e secundários com potencial antioxidante de Achillea millefolium L. cultivada a campo
Título(s) alternativo(s): Salicylic acid elicitor activity on the profile of primary and secondary metabolites with antioxidant potential in field cultivated Achillea millefolium L.
Autor: Gorni, Pedro Henrique 
Primeiro orientador: Santos, Ana Cláudia Pacheco
Primeiro coorientador: Silva, Regildo Márcio Gonçalves da
Primeiro membro da banca: Magalhães, Hélida Mara
Segundo membro da banca: Machado Neto, Nelson Barbosa
Terceiro membro da banca: Souza, Silvia Graciele Hülse de
Quarto membro da banca: Ramos, Vânia Maria
Resumo: Elicitores são substâncias de ocorrência natural ou sintética, que estimulam a síntese de metabólitos secundários em vegetais. O composto fenólico Ácido Salicílico (AS) é um hormônio vegetal que atua sobre o crescimento e desenvolvimento das plantas, sendo também considerado um elicitor abiótico. Nesta pesquisa avaliou-se o efeito do AS sobre a produção de biomassa e a síntese de compostos primários e secundários em mil-folhas (Achillea millefolium L. – Asteraceae), espécie medicinal produzida comercialmente como matéria prima para as indústrias de fitomedicamentos e bebidas. Os experimentos foram conduzidos em condições de campo em duas safras consecutivas nos anos de 2016 e 2017. O AS foi aplicado via pulverização foliar em duas concentrações (0 e 1,0 mmol L-1) e em diferentes épocas fenológicas da cultura. Os efeitos do AS sobre a mil-folhas foram avaliados através de parâmetros biométricos de crescimento, parâmetros bioquímicos e análises qualitativas do óleo essencial (GC/MS) e dos compostos fenólicos e flavonóides (LC/MS). A aplicação exógena de AS resultou em aumentos na massa de matéria seca (folhas, raízes e total), na área foliar (total e específica) e razão de peso foliar. Houve aumento dos teores de pigmentos fotossintéticos em resposta ao AS. Os efeitos positivos sobre o metabolismo primário foram evidenciados pelas maiores concentrações de açúcares, proteínas e aminoácidos solúveis totais, como também teores de açúcares redutores totais, em ambas as épocas de aplicação do AS e anos de cultivo. Em relação ao metabolismo secundário foram obtidos aumentos de compostos fenólicos totais e flavonóides (evidenciados pela maior atividade das enzimas fenilalanina amônia-liase e chalcona sintase), além de um maior teor e rendimento de óleo essencial em ambas as épocas de aplicação do AS e anos de cultivo. A atividade antioxidante do extrato vegetal, avaliada por diferentes testes in vitro, foi maior nas plantas tratadas com AS. A aplicação de AS nas diferentes épocas de aplicação e ano de cultivo resultou em aumentos nos compostos majoritários do óleo essencial, como o camazuleno, cariofileno, γ-terpineno, terpinen-4-ol e borneol. A identificação de compostos bioativos revelou a presença de derivados de quercetina, apigenina, ácido cafeoilquínico, ácido quínico, ácido cafeico, ácido clorogênico, amentoflavona, kaempferol e rutina. Os resultados desta pesquisa nos levam a afirmar que o AS exerceu tanto o efeito hormonal sobre aspectos bioquímicos e de crescimento, como também atuou como substância elicitora nas plantas de A. millefolium. Houve correlação positiva entre os maiores teores de compostos primários e os maiores teores de compostos secundários nas plantas tratadas com AS. Concluiu-se que a aplicação de 1,0 mmol L-1 de AS na pré-colheita (aos 100 dias após o plantio) resulta em maior produtividade e uma maior concentração de compostos secundários com potencial antioxidante tornando-se viável à aplicação deste elicitor no cultivo comercial de Achillea millefolium.
Abstract: Elicitors are substances of natural or synthetic occurrence, which stimulate the synthesis of secondary metabolites in vegetables. The phenolic compound Salicylic Acid (SA) is a plant hormone the acts on the growth and development of plants and is also considered an abiotic elicitor. This study evaluated the effect of SA on biomass production and the synthesis of primary and secondary compounds in yarrow (Achillea millefolium L. - Asteraceae), a medicinal species commercially produced as raw material for the phytomedicines and beverages industries. The experiments were conducted under field conditions in two consecutive harvests in the years 2016 and 2017. The SA was applied by foliar spraying at two concentrations (0 and 1.0 mmol L-1) and at different phenological times of the crop. The effects of SA in yarrow were evaluated through biometric growth parameters, biochemical parameters and qualitative analysis of essential oil (GC/MS) and phenolic and flavonoid compounds (LC/MS). The exogenous application of SA resulted in increases of dry matter mass (leaves, roots and total), leaf area (total and specific), and leaf weight ratio. There was an increase in photosynthetic pigment contents in response to SA. The positive effects on the primary metabolism were evidenced by the higher concentrations of sugars, proteins and total soluble amino acids, as well as total reducing sugars contents, in both times of SA application and years of cultivation. Increases of total phenolic compounds and flavonoids (evidenced by the greater activity of the phenylalanine ammonia-lyase and chalcone synthase enzymes) were observed, as well as a higher content and yield of essential oil in both SA application times and years of culture. The antioxidant activity of the plant extract, evaluated by different in vitro tests, was higher in the plants treated with SA. The application of SA at different times of application and year of cultivation resulted in increases in the major compounds of the essential oil, such as chamazulene, caryophyllene, γ-terpinene, terpinen-4-ol and borneol. The identification of bioactive compounds revealed the presence of quercetin derivatives, apigenin, caffeoylquinic acid, quinic acid, caffeic acid and chlorogenic acid, amentoflavone, kaempferol and rutin. The results of this research lead us to affirm that SA exerted both the hormonal effect on biochemical and growth aspects, and also acted as elicitor in A. millefolium plants. There was a positive correlation between the higher contents of primary compounds and the higher levels of secondary compounds in plants treated with SA. It was concluded that the application of 1.0 mmol L-1 of SA in the pre-harvest (at 100 days after planting) results in higher productivity and a higher concentration of secondary compounds with antioxidant potential making it feasible to apply of this elicitor in the commercial crop of Achillea millefolium.
Palavras-chave: Mil-folhas. Alterações bioquímicas. Compostos bioativos. Fenilalanina Amônia-Liase. Chalcona Sintase
Yarrow. Biochemical changes. Bioactive compounds. Phenylalanine Ammonia-Lyase. Chalcone Synthase.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Doutorado em Agronomia
Programa: Doutorado em Agronomia
Citação: Gorni, Pedro Henrique. Atividade elicitora do ácido salicílico sobre o perfil de metabólitos primários e secundários com potencial antioxidante de Achillea millefolium L. cultivada a campo. 2018. 114f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1137
Data de defesa: 20-Nov-2018
Appears in Collections:Doutorado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pedro Henrique Gorni.pdfPedro Henrique Gorni2,55 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.