???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1249
Tipo do documento: Dissertação
Título: Formação continuada e necessidades formativas dos professores das salas de recursos multifuncionais de escolas municipais de uma cidade do interior paulista
Título(s) alternativo(s): Continued education and training needs of teachers of the Multifunctional resources rooms of municipal schools in São Paulo´s countryside
Autor: CARVALHO, Paola Sales Spessotto 
Primeiro orientador: Fürkotter, Monica
Primeiro membro da banca: Souza, Fernanda Cristina de
Segundo membro da banca: Perez, Maria de Lourdes Zizi Trevisan
Resumo: Essa pesquisa, inscrita na Linha “Formação e ação do profissional docente e práticas educativas”, teve origem em reflexões sobre a perspectiva da inclusão dos Estudantes Público Alvo da Educação Especial (EPAEE) de modo a garantir o acesso e permanência desses alunos na rede regular de ensino. Os EPAEE são os estudantes com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento e com altas habilidades/superdotação e a Educação Especial realiza o Atendimento Educacional Especializado (AEE), cuja função é identificar, elaborar e organizar recursos pedagógicos e de acessibilidade, a partir das necessidades específicas dos estudantes, de modo a eliminar barreiras e viabilizar sua participação. Segundo a Política Nacional de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva, de 2008, o AEE é realizado, prioritariamente, nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM), equipadas com Tecnologia Assistiva (TA) e uma das atribuições do professor que atua nessas salas é organizar estratégias pedagógicas, identificar e produzir recursos acessíveis para eliminação de barreiras, respeitando as peculiaridades dos alunos. Isso posto, o objetivo dessa pesquisa é investigar se e como as Horas de Trabalho de Formação Contínua (HTFC) oferecidas pela Secretaria Municipal de Educação (SME) de uma cidade do interior paulista têm atendido às necessidades formativas das professoras que atuam nas SRM do município, no que se refere ao uso de recursos dessas salas. De modo a atingi-lo optamos pela abordagem qualitativa, com delineamento descritivo-explicativo. Utilizamos para coleta de dados: análise documental das HTFC; questionário aplicado à 17 professoras que atuam nas SRM, para saber quais são suas necessidades formativas e se as HTFC têm contribuído na sua prática docente; e, entrevistas semiestruturadas com as atuais orientadoras do Núcleo de Educação Especial para compreender como a SME do município tem organizado as HTFC. As respostas dos questionários apontaram que 76,5% das professoras encontram dificuldades para trabalhar nas SRM e que a formação inicial de 52,39% delas não contemplou conhecimentos sobre o AEE. Quanto à formação continuada, 46,67% responderam que as HTFC não têm contribuído para a superação das dificuldades enfrentadas no cotidiano escolar, revelando que as ações atendem parcialmente às suas necessidades formativas. Uma possível justificativa para isso, inferida a partir da análise documental, é a existência de ações com carga horária reduzida, abordando temas diferentes, não caracterizando um processo formativo. A análise das entrevistas corrobora parte das respostas apresentadas pelas professoras. Os resultados obtidos podem contribuir na definição e organização de formação continuada a ser desenvolvida pela SME, a partir das necessidades formativas apontadas pelas professoras.
Abstract: This research, linked to the “Training and acting of the teaching professional and educational practices” research line, originated from reflections on the perspective of the inclusion for Special Education Students (SES) in order to guarantee the access and permanence of these students in the regular teaching system. SES are students with disabilities, global developmental disorder and giftedness and Special Education provides Specialized Educational Assistance (SEA), whose function is to identify, develop and organize pedagogical and accessibility resources, based on specific needs of the students in order to eliminate barriers and enable their participation. According to the National Special Education Policy, from the perspective of Inclusive Education, 2008, the SEA is carried out primarily in Multifunctional Resource Classes (MRC) equipped with Assistive Technology (AT) and one of the tasks of the teacher who works in these rooms is to organize pedagogical strategies, identify and produce accessible resources to eliminate barriers, respecting the peculiarities of the students. Having that said, the objective of this research is to investigate whether and how the Continuous Training Work Hours (CTWH) offered by the Municipal Department of Education (MDE) of a city in the interior of São Paulo State have met the training needs of teachers who work in the MRC of the municipality, regarding to the use of resources in these classes. In order to achieve it we opted for the qualitative approach, with descriptive-explanatory design. We used for data collection: document analysis of CTWH; questionnaire applied to 17 teachers who work in MRC, in order to know what are their training needs and whether CTWH have contributed to their teaching practice; and semi-structured interviews with the city’s current special education core members to understand how the MDE has organized the CTWH. The answers of the questionnaires indicated that 76.5% of the teachers find it difficult to work in MRC and that the initial training for 52.39% of them did not include knowledge about the SEA. Regarding to the continuing education, 46.67% answered that the CTWH have not contributed to overcome the difficulties faced in school daily, revealing that the actions partially meet their training needs. A possible explanation for this, inferred from the documentary analysis, is the existence of actions with reduced training hours, addressing different themes, therefore not building up a formative process. The analysis of the interviews corroborates part of the answers given by the teachers. The results can contribute to the definition and organization of continuing education to be developed by the MDE, based on the training needs pointed out by the teachers.
Palavras-chave: Formação continuada
Necessidades de professores
Sala de Recursos Multifuncionais
Tecnologia Assistiva
Continuing education
Teacher needs
Multifunctional resources rooms
Assistive Technology
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Mestrado em Educação
Programa: Mestrado em Educação
Citação: CARVALHO, Paola Sales Spessotto. Formação continuada e necessidades formativas dos professores das salas de recursos multifuncionais de escolas municipais de uma cidade do interior paulista. 2020. 202 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente .Prudente, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1249
Data de defesa: 28-Jan-2020
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Paola Sales Spessotto Carvalho.pdf1,59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons