???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1424
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação de extrato etanólico de Urochloa ruziziensis no cultivo da soja
Título(s) alternativo(s): Evaluation of ethanolic extract from Urochloa ruziziensis in soybean cultivation
Autor: Cabral, Ivan Komuro 
Primeiro orientador: Araújo, Fabio Fernando de
Primeiro membro da banca: Mazzuchelli, Rita de Cassia Lima
Segundo membro da banca: Folonoi, José Salvador Simoneti
Resumo: A soja é o principal produto agrícola mundial, com grande importância sócio- econômica. Seu cultivo é realizado frequentemente em sistemas de integração lavoura pecuária e plantio direto, devido sua adaptabilidade. No sistema de integração lavoura pecuário utilizam-se diversas espécies de gramíneas forrageiras, como as do gênero Urochloa. A U. ruziziensis possui grande adoção nos sistemas de cultivo devido suas característica. O trabalho teve por objetivo avaliar o crescimento da soja e a biologia do solo com aplicação de extrato etanólico de U. ruziziensis. Inicialmente foi realizada a extração dos compostos da U. ruziziensis, obtendo-se assim o extrato alcoólico bruto, no qual foram determinados os teores de flavonóides, polifenóis totais e alcalóides e submetidas a avaliação de detecção de flavonóides por cromatografia líquida. Em seguida, foi conduzido experimento na casa de vegetação do laboratório de biologia do solo da Unoeste (Campus II), para observar a influência do extrato sobre a soja (BRS388RR) e a microbiologia do solo, o experimento foi caracterizado por 5 tratamentos com 5 repetições cada, apresentando dosagens crescentes do extrato, sendo eles T1 - 0g, T2 - 5g, T3 – 1g, T4 – 1,5g e T5 – 2g por vaso 1, totalizando-se 25 parcelas experimentais, as plantas foram conduzidas por 60 dias. Ao final foram realizadas avaliações referentes ao desenvolvimento da planta (altura de plantas, massa seca da parte aérea e radicular, número de vagens por planta e índice de área foliar da soja), foi realizada avaliação quanto à nodulação das raízes e avaliação do estado nutricional foliar e sendo realizada avaliação espectral e índice de clorofila total. A partir da avaliação espectral foram calculados os seguintes índices espectrais da soja, NDVI, PRI, MCARI e AOKI. A avaliação da atividade microbioana do solo, foi realizada em dois períodos (15 e 60 dias após a semeadura), foi realizada o carbono e nitrogênio da biomassa microbiana, respiração do solo, atividade da enzima desidrogenase e calculado o quociente metabólico. Dentre as avaliações referentes ao extrato foi possível observar a presença em maior quantidade de flavonóides, foram identificados os flavonóides Naringenina e Kaempferol. O extrato quando aplicado na soja demonstrou estimular o desenvolvimento da planta gerando acréscimos na altura e massa seca da parte aérea, maior peso de nódulos, nodulação e redução da massa fresca radicular das plantas. A dosagem mais elevada se destacou no nitrogênio foliar. O extrato de U. ruziziensis proporcionou aumentos no carbono da biomassa microbiana na dosagem mais elevada, bem como aumento da respiração, quociente metabólico e desidrogenase para maior dosagem. A assinatura espectral na soja mostrou que houve maior refletância na região próxima a R530 e também na região do infravermelho próximo (NIR) nos tratamentos com maiores doses de extrato aplicado no solo. O índice NVDI apresentou respostas decrescentes ao aumento das dosagens os demais índices, apresentaram resposta inversa aumentando linearmente com aumento das dosagens de extrato. Na correlação dos índices espectrais com a biomassa da parte aérea da soja verificou-se que o NDVI apresentou correlação negativa e o PRI destacou-se com correlação positiva Concluiu-se que o extrato proporcionou ganhos no desenvolvimento e nodulação da soja, não constatando efeito alelopático e sendo observada alteração do comportamento espectral da soja em função do aumento da dose de extrato aplicado ao solo. O extrato não impactou negativamente a microbiologia do solo ao final do experimento.
Abstract: Soy is the world's main agricultural product, with great socio-economic importance. Its cultivation is often carried out in crop-livestock integration systems and no-till farming, due to its adaptability. In the crop-livestock integration system, several species of forage grasses are used, such as those of the genus Urochloa. U. ruziziensis has been widely adopted in cropping systems due to its characteristics. The objectives of this work were to evaluate soybean growth and soil biology with the application of ethanolic extract of U. ruziziensis. Initially, the extraction of compounds from U. ruziziensis was performed, thus obtaining the crude alcoholic extract, in which the levels of flavonoids, total polyphenols and alkaloids were determined and submitted to evaluation of flavonoid detection by liquid chromatography. Afterwards, an experiment was conducted in the greenhouse of the soil biology laboratory of Unoeste (Campus II), to observe the influence of the extract on soybean (BRS388RR) and soil microbiology. The experiment was characterized by 5 treatments with 5 repetitions each, T1 - 0g, T2 - 5g, T3 - 1g, T4 - 1.5g and T5 - 2g per vase 1, totaling 25 experimental plots, the plants were conducted for 60 days. At the end, the plants were evaluated regarding the development of the plant (plant height, dry mass of the aerial part and root, number of pods per plant and leaf area index of soybeans), the nodulation of the roots and the nutritional state of the leaf were evaluated, and a spectral evaluation and total chlorophyll index was performed. From the spectral evaluation the following spectral indices were calculated for soybean, NDVI, PRI, MCARI and AOKI. The evaluation of soil microbial activity, was performed in two periods (15 and 60 days after sowing), the carbon and nitrogen of the microbial biomass, soil respiration, dehydrogenase enzyme activity and calculated the metabolic quotient was performed. Among the evaluations referring to the extract it was possible to observe the presence of flavonoids in larger quantities; the flavonoids Naringenin and Kaempferol were identified. The extract when applied to soy showed to stimulate the development of the plant generating increases in the height and dry mass of the aerial part, bigger weight of nodules, nodulation and reduction of the fresh mass root of the plants. The highest dosage stood out on foliar nitrogen. The U. ruziziensis extract provided increases in microbial biomass carbon at the highest dosage, as well as increases in respiration, metabolic quotient and dehydrogenase for higher dosage. The spectral signature in soybean showed that there was higher reflectance in the region near R530 and also in the near infrared region (NIR) in treatments with higher doses of extract applied to the soil. The NVDI index showed decreasing responses to increasing dosages and the other indices showed inverse responses, increasing linearly with increasing doses of extract. In the correlation of the spectral indices with the soybean aerial biomass it was verified that the NDVI presented negative correlation and the PRI stood out with positive correlation It was concluded that the extract provided gains in the soybean development and nodulation, not verifying allelopathic effect and being observed alteration of the soybean spectral behavior in function of the extract dosage applied to the soil. The extract did not negatively impact the soil microbiology at the end of the experiment.
Palavras-chave: Metabólitos secundários; Rotação de culturas; Nodulação.
Secondary metabolites; Crop rotation; Nodulation.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Mestrado em Agronomia
Programa: Mestrado em Agronomia
Citação: Cabral, Ivan Komuro. Avaliação de extrato etanólico de Urochloa ruziziensis no cultivo da soja. 2021. 58f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1424
Data de defesa: 15-Dec-2021
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ivan Komuro Cabral.pdfIvan Komuro Cabral638,81 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.