???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1433
Tipo do documento: Tese
Título: Ozonioterapia na intoxicação experimental pelo veneno de Lachesis muta muta em ratos Wistar
Título(s) alternativo(s): Ozone therapy in experimental poisoning by Lachesis muta muta venom in Wistar rats
Autor: Melo, Gabriela Haro de 
Primeiro orientador: Nogueira, Rosa Maria Barilli
Primeiro membro da banca: Ozaki, Guilherme Akio Tamura
Segundo membro da banca: Basso, Karina Maria
Terceiro membro da banca: Brito, Adriana Falco de
Quarto membro da banca: Silva, Dayane Aparecida Francisco da
Resumo: Neste estudo, avaliamos a ozonioterapia como tratamento adjuvante ao antiveneno polivalente para reduzir os efeitos agudos, locais e sistêmicos induzidos pelo veneno de Lachesis muta muta. 20 ratos Wistar machos foram utilizados como controle e 120 foram expostos ao veneno (1,0mg/kg – IM) e tratados com soro antiofídico Bothrops/Lachesis (6h após intoxicação) e gás ozônio (30mg/mL – IP) + óleo de girassol ozonizado tópico (3, 6, 24 e 72h pós veneno); os animais foram monitorados para avaliar a formação de edema local, úlcera e dor. Vinte animais por grupo foram anestesiados para coleta de sangue por punção intracardíaca e eutanasiados para coleta de tecido (momentos 6, 24 e 72h). As análises bioquímicas e histopatológicas mostraram que o veneno de L.m. muta produziu edema local pronunciado, hemorragia subcutânea e mionecrose. O antiveneno e o ozônio reduziram com sucesso a extensão da lesão mionecrótica e preveniu a ocorrência de hemorragia subcutânea. A liberação de creatina quinase (CK) induzida por veneno foi significativamente prevenida pelo ozônio em combinação com soro antiofídico; a associação foi parcialmente efetiva para reduzir os biomarcadores séricos ureia e creatinina induzidos pelo veneno. A ozonioterapia mostrou-se eficaz na prevenção da miotoxicidade esquelética e na redução progressiva da necrose. O veneno induziu aumento significativo de leucócitos que também foi associado a um aumento de neutrófilos, porém, o antiveneno e o ozônio reduziram parcialmente essas alterações. A terapia com ozônio em associação com um antiveneno polivalente tem o potencial de reduzir uma série de efeitos locais e sistêmicos causados pelo veneno de L. m. muta.
Abstract: In this study, we examined the potential use of ozone terapy (O3) in association with a polyvalent antivenom to reduce the acute local and systemic effects induced by Lachesis muta muta venom in rats. Male Wistar rats were exposed to L. m. muta venom (1.0mg/kg – i.m.) and subsequently treated with anti-Bothrops/Lachesis serum (6h after) and ozone gas (30mg/mL – i.p.) + topic ozonized sunflower oil (3, 6, 24 and 72 hours post exposure to venom); the animals were monitored to assess local oedema formation, ulce and the prevalence of pain. Were carried of the applyings of the ozone 6, 24 and 72h post exposure to venom. Twent animals for grupo were anesthetized in order to collect blood samples through intracardiac puncture and then euthanized for collecting tissue samples (in moments 6, 24 and 72h); the hematological-biochemical and histopathological analyses were performed through con- ventional methods. The venom produced pronounced local oedema, subcutaneous haemorrhage and myonecrosis, with both antivenom and ozone successfully reducing the extent of the myonecrotic lesion; their association also prevented the occurrence of subcutaneous haemorrhage. Venom-induced creatine kinase (CK) release was significantly prevented by ozone in combination with antivenom; the association was also partially effective to reduced ureia and creatinine serum biomarkers induced by venom. The association proved to be effective in preventing local skeletal myotoxicity and progressively reducing necrosis. Venom induced significant increase of leucocytes which was also associated with an increase of neutrophils; antivenom and ozone partially reduced these alterations. In conclusion, ozone terapy in association with a polyvalent antivenom has the potential to reduce a number of local and systemic effects caused by Lachesis muta muta venom.
Palavras-chave: Lachesis muta muta; Ozonioterapia; antiveneno; Toxicidade local e sistêmica.
Lachesis muta muta venom; Ozone terapy; Antivenom; Local and sistemic toxicity.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal
Programa: Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal
Citação: Melo, Gabriela Haro de. Ozonioterapia na intoxicação experimental pelo veneno de Lachesis muta muta em ratos Wistar. 2022. 72f. Tese (Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1433
Data de defesa: 4-Apr-2022
Appears in Collections:Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gabriela Haro de Melo.pdfGabriela Haro de Melo1,93 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.