???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1479
Tipo do documento: Tese
Título: Avaliação da neurotoxicidade do herbicida à base de glifosato mediante exposição crônica inalatória e oral em ratos
Título(s) alternativo(s): Neurotoxicity associated with chronic inhalation and oral exposure to glyphosate based in rats
Autor: Bifaroni, Renata Mano Scatamburlo 
Primeiro orientador: Nai, Gisele Alborghetti
Primeiro membro da banca: Santarém, Cecília Laposy
Segundo membro da banca: Nogueira, Rosa Maria Barilli
Terceiro membro da banca: Anjolette, Fernando Antônio Pino
Quarto membro da banca: Nascimento, Juliana Minardi
Resumo: Apesar dos estudos realizados pela indústria sugerirem que o glifosato é pouco tóxico para as espécies não alvo, os estudos realizados colocam em dúvida a segurança do glifosato para a saúde de outras espécies. O objetivo desse estudo foi avaliar a neurotoxicidade da exposição crônica por via oral e inalatória ao herbicida glifosato em ratos. Para a realização dos experimentos, foram utilizados 60 ratos Wistar albinos, machos, adultos, distribuídos em seis grupos (n=10): CI - Grupo Controle Inalatório, expostos à nebulização com água destilada por 15 minutos, diariamente; CO - Grupo Controle Oral, ração nebulizada com água destilada por 15 minutos; LCI: Grupo de Baixa Concentração Inalatório, expostos à nebulização ao herbicida com 2,99 x 10-3 gramas de ingrediente ativo por hectare (g.i.a/ha), durante 15 minutos, diariamente; LCO: Grupo de Baixa Concentração Oral, ração nebulizada com o herbicida com 2,99 x 10-3 gramas de ingrediente ativo por hectare (g.i.a/ha) por 15 minutos; HCI: Grupo de Alta Concentração Inalatório, expostos à nebulização ao herbicida com 7,48 x 10-3 gramas de ingrediente ativo por hectare (g.i.a/ha), durante 15 minutos, diariamente; HCO: Grupo de Alta Concentração Oral, ração nebulizada com o herbicida com 7,48 x 10-3 gramas de ingrediente ativo por hectare (g.i.a/ha), por 15 minutos. Para avaliação comportamental foram utilizados os seguintes testes: Teste de campo aberto, Teste de reconhecimento de objetos e Labirinto em Cruz Elevado, para a observação do estado geral de saúde, dos reflexos neurológicos, das habilidades sensoriais e da função motora dos animais utilizados. Animais de todos os grupos foram eutanasiados 6 meses após o início do experimento. Foi coletado cérebro para análise histológica, imuno-histoquímica e avaliação do estresse oxidativo. Os animais expostos ao herbicida a base de glifosato (GBH) não apresentaram alteração de locomoção ou prejuízo de memória. Somente os expostos a alta concentração oral apresentaram maior nível de ansiedade. Congestão tecidual ocorreu somente nos animais expostos a alta concentração de GBH. Houve maior espessura do córtex cerebral e aumento da expressão da proteína BCL-2 nos animais expostos ao GBH. As dosagens de malonaldeído de carbonilação de proteínas não diferiram entre os grupos expostos e não expostos. Sob as condições de exposição estudadas e nas concentrações do produto avaliadas, concluímos que o GBH avaliado não apresenta efeito neurotóxico.
Abstract: Although industry studies suggest that glyphosate is mildly toxic to non-target species, studies on glyphosate cast doubt on the safety of glyphosate for the health of other species. To evaluate the neurotoxicity of chronic oral and inhalation exposure to the herbicide glyphosate in rats. For the accomplishment of the experiments, 60 male, adult, albino Wistar rats were used, divided into six groups (n=10): CI - Inhalation Control Group, exposed to nebulization with distilled water for 15 minutes, daily; CO - Oral Control Group, feed nebulized with distilled water for 15 minutes; LCI: Low Inhalation Concentration Group, exposed to herbicide spray with 2.99 x 10-3 grams of active ingredient per hectare (g.a.i./ha) for 15 minutes daily; LCO: Low Oral Concentration Group, ration sprayed with the herbicide with 2.99 x 10-3 grams of active ingredient per hectare (g.a.i./ha) for 15 minutes; HCI: High Inhalation Concentration Group, exposed to herbicide spray with 7.48 x 10-3 grams of active ingredient per hectare (g.a.i./ha) for 15 minutes daily; HCO: High Oral Concentration Group, ration sprayed with the herbicide with 7.48 x 10-3 grams of active ingredient per hectare (g.a.i./ha), for 15 minutes. For behavioral evaluation, we used: Open Field Test, Object Recognition Test and Elevated Plus Maze, whose objective was to observe the general state of health, neurological reflexes, sensory abilities and motor function of the animals used. Animals from all groups were euthanized 6 months after the beginning of the experiment. Brain was collected for histological, immunohistochemical and oxidative stress assessment. The animals exposed to GBH showed no change in locomotion or memory impairment. Only those exposed to high oral concentration had a higher level of anxiety. Tissue congestion occurred only in animals exposed to high concentration of GBH. There was a greater thickness of the cerebral cortex and an increase in the expression of the BCL-2 protein in the animals exposed to GBH. Protein carbonylation and maloaldehyde dosages did not differ between exposed and unexposed groups. Under the exposure conditions studied and at product concentrations evaluated, we concluded that the GBH evaluated does not present a neurotoxic effect.
Palavras-chave: herbicidas, cérebro; estresse oxidativo; modelo experimental; exposição ambiental; testes neuropsicológicos.
herbicides; brain; oxidative stress; experimental model; environmental exposure; neuropsychological tests.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal
Programa: Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal
Citação: Bifaroni, Renata Mano Scatamburlo. Avaliação da neurotoxicidade do herbicida à base de glifosato mediante exposição crônica inalatória e oral em ratos. 2023. 63f. Tese (Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2023.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1479
Data de defesa: 27-Feb-2023
Appears in Collections:Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Renata Mano Scatamburlo Bifaroni.pdfRenata Mano Scatamburlo Bifaroni2,25 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.