???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1569
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeitos da aplicação de acetilcolina em plantas de milho (Zea mays) sob estresses térmico e hídrico
Título(s) alternativo(s): Effects of acetylcholine application on maize (Zea mays) plants under heat and drought stress
Autor: Sukert, Daniele Silva 
Primeiro orientador: Moro, Adriana Lima
Primeiro membro da banca: Barbosa , Alexandrius de Moraes
Segundo membro da banca: Gorni, Pedro Henrique
Resumo: O milho (Zea mays) é um cereal cultivado mundialmente e apresenta grande importância econômica. Em razão ao aumento substancial na temperatura global e consequente aumento na seca, a cultura tem diminuído seu potencial produtivo. Um biorregulador importante produzido em pequenas quantidades pela planta é a Acetilcolina (ACh), que age na germinação, reprodução, crescimento, desenvolvimento, metabolismo celular da cultura e é capaz de atuar na mitigação dos efeitos de estresses. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação de acetilcolina em plantas de milho submetidas aos estresses térmico e hídrico. O experimento foi realizado no delineamento inteiramente casualizado, fatorial duplo, em duas condições normal (temperatura 31,9 ºC/19,9 ºC máx./min. e irrigada) e estressante (38 ºC/28 ºC dia/noite e suspensão da irrigação x 3 modos de aplicação (0 mmol L-1 (C); tratamento de semente (TS) e foliar (F) ambos foram tratadas com 1 mmol L-1 de ACh, foram realizadas analises de potencial hídrico foliar, medidas de trocas gasosas, fluorescência da clorofila a, enzimas antioxidantes (SOD, CAT e APX), teores de O2-, H2O2 e peroxidação lipídica (MDA), enzima acetilcolinesterase (AChE), fenóis e flavonoides totais, biometria e biomassa (altura, diâmetro, massas secas das folhas, colmo e espiga) e peso de 100 grãos. Os dados foram avaliados a partir de análises de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p<0.05) e a análise multivariada por componentes principais (PCA) com o programa estatístico PC-Ord. Houve um melhor ajuste fisiológico das plantas de milho em condição estressante com aplicação foliar de 1 mmol L-1 de ACh. Além de um aumento na CAT em TS e F, acompanhada de uma diminuição do conteúdo de MDA, morfologicamente, foi observado uma diminuição da massa seca das folhas, no entanto, houve aumento no peso de 100 grãos. Concluindo que a aplicação de ACh influencia positivamente nos parâmetros fisiológicos, bioquímico e morfológico nas plantas, e atua na mitigação do efeito dos estresses térmico e hídrico.
Abstract: Maize (Zea mays) is a cereal grown worldwide and has great economic importance. Due to the substantial increase in global temperature and the consequent increase in drought, the crop has reduced its productive potential. An important bioregulator produced in small quantities by the plant is Acetylcholine (ACh), which acts on germination, reproduction, growth, development, cellular metabolism of the crop and is capable of mitigating the effects of stress. The objective of this work was to evaluate the effects of applying acetylcholine to maize plants subjected to thermal and water stress. The experiment was carried out in a completely randomized, double factorial design, in two conditions: normal (temperature 31.9 ºC/19.9 ºC max./min and irrigated) and stressful (38 ºC/28 ºC day/night and suspension of irrigation) x 3 application modes (0 mmol L-1 (C); seed (TS) and foliar (F) treatments, both were treated with 1 mmol L-1 of ACh, leaf water potential analyzes were carried out, gas exchange measurements , chlorophyll a fluorescence, antioxidant enzymes (SOD, CAT and APX), O2-, H2O2 and lipid peroxidation (MDA) contents, acetylcholinesterase enzyme (AChE), total phenols and flavonoids, biometrics and biomass (height, diameter, dry masses of leaves, stem and ear) and weight of 100 grains. The data were evaluated using analysis of variance and the means compared using the Tukey test (p<0.05) and multivariate analysis by principal components (PCA) with the statistical program PC-Ord. There was a better physiological adjustment of maize plants under stressful conditions with foliar application of 1 mmol L-1 of ACh. In addition to an increase in CAT in TS and F, accompanied by a decrease in MDA content, morphologically, a decrease in the dry mass of the leaves was observed, however, there was an increase in the weight of 100 grains. Concluding that the application of ACh positively influences the physiological, biochemical and morphological parameters in plants, and acts to mitigate the effect of heat and water stress.
Palavras-chave: biorregulador; alta temperatura; déficit hídrico; atividade antioxidante; trocas gasosas.
bioregulator; high temperature; water déficit; antioxidant activity; gas exchange.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Mestrado em Agronomia
Programa: Mestrado em Agronomia
Citação: Sukert, Daniele Silva. Efeitos da aplicação de acetilcolina em plantas de milho (Zea mays) sob estresses térmico e hídrico. 2024. 69f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1569
Data de defesa: 23-Feb-2024
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniele Silva Sukert.pdfDaniele Silva Sukert1,82 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.