???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/tede/583
Tipo do documento: Dissertação
Título: Lodo de curtume na composição de substratos para produção de mudas de reflorestamento
Título(s) alternativo(s): Curtume use of sludge in the composition of substrates for production of seedlings reforestation
Autor: Silva, Daniele Mozzini 
Primeiro orientador: Araujo, Fábio Fernando de
Primeiro membro da banca: Rós, Amarílis Beraldo
Segundo membro da banca: Tiritan, Carlos Sérgio
Resumo: A utilização do lodo de curtume na agricultura representa uma das alternativas de disposição deste resíduo de forma sustentável Este trabalho tem como objetivo avaliar o emprego do lodo de curtume como componente de substrato comercial, para produção de mudas de reflorestamento de quatro espécies florestais nativas (Angico vermelho e branco, mutamba e aroeira) e uma exótica (eucalipto). Neste estudo foi avaliada a incorporação de cinco doses (5, 10, 15, 20 e 25%) de lodo curtume em substrato comercial utilizado para o crescimento de diferentes espécies de plantas apropriadas para reflorestamentos. O experimento foi conduzido em estufas de crescimento de mudas. Após a semeadura em substrato acondicionado em tubetes, de acordo com cada tratamento, foi acompanhado o desenvolvimento das mudas, durante 120 dias, com avaliações periódicas de altura e avaliação final de produção de biomassa (raiz e parte aérea) nas plantas, como também foram avaliados os teores de macro e micronutrientes e o acúmulo de cromo no tecido foliar. Das cinco espécies florestais avaliadas, três (aroeira, mutamba e eucalipto) responderam positivamente a adição de até 25% de lodo de curtume no substrato comercial para produção de mudas. Ocorreram ajustes significativos pela analise de regressão para absorção de fósforo, boro e manganês, proveniente da incorporação do resíduo, na maioria das espécies avaliadas. Ocorreu fito-extração de cromo do substrato com ajuste linear significativo em três espécies florestais avaliadas.
Abstract: The use of tannery sludge in agriculture represents an alternative disposal of this waste sustainably This study aims to evaluate the use of tannery sludge as a component of commercial substrate, to produce seedlings for reforestation of four native species (Angico red and white, and mutamba mastic) and an exotic (eucalyptus). In this study the incorporation of five doses (5, 10, 15, 20 and 25%) Slurry commercial tannery in a substrate used for the growth of different plant species suitable for reforestation. The experiment was conducted in greenhouse seedling growth. After seeding in substrate packaged in tubes, according to each treatment, was accompanied on plant development, for 120 days, with periodic assessments of height and final evaluation of biomass (roots and shoots) in plants, as was also the levels of macro and micronutrients and accumulation of chromium in the leaf tissue. Of the five forest species assessed three (mastic, mutamba and eucalyptus) responded positively to the addition of up to 25% of tannery sludge in commercial substrate for seedling production. There were significant adjustments by the regression analysis for the absorption of phosphorus, boron and manganese from the incorporation of the residue in most species evaluated. Occurred phyto-extraction of chromium substrate with significant linear fit in three forest species evaluated.
Palavras-chave: Resíduos Orgânicos
Reciclagem
Cromo
Organic Waste
Recycling
Chrome
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Ciências Agrárias
Programa: Mestrado em Agronomia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/tede/handle/tede/583
Data de defesa: 18-Dec-2012
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniele Mozzini Silva.pdf345,1 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.