???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/tede/655
Tipo do documento: Dissertação
Título: Comparação de dois protocolos de tratamento de ceratoconjuntivite seca experimentalmente induzida em coelhos
Título(s) alternativo(s): Comparison of two protocols of treatment of keratoconjunctivitis sicca experimentally induced in rabbits
Autor: Motta, Danielle Antonelli 
Primeiro orientador: Andrade, Silvia Maria Caldeira Franco
Primeiro membro da banca: Melchert, Alessandra
Segundo membro da banca: Bolzan, Aline Adriana
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia de dois protocolos de tratamento da ceratoconjuntivite seca (CCS) experimentalmente induzida em coelhos, uma formulação oftálmica tópica composta por álcool povinílico 1,4%, adicionado com acetilcisteína 10% e pilocarpina 1% (AAP), e outro protocolo com o uso do óleo de semente de linhaça (OL) tópico em forma de colírio. Foram utilizados 15 coelhos brancos, machos da raça Nova Zelândia. Esses animais foram divididos em 3 grupos com 5 animais cada: Grupo C (controle), animais sadios; Grupo AAP (fórmula oftálmica por via tópica) e Grupo L (óleo de linhaça por via tópica). Os coelhos foram avaliados semanalmente pelo Teste Lacrimal de Schirmer (TLS), Teste de Rosa Bengala (TRB) e Teste de Fluoresceína (TF). Mensalmente foram realizados testes de citologia esfoliativa (CE) e ao final do experimento foi realizado eutanásia dos animais para obtenção do exame histopatológico dos olhos. Houve melhora clínica significativa nos parâmetros analisados (TLS, TRB e TF) em ambos os grupo (AAP e L). Porém, o grupo AAP, apresentou um melhor efeito em relação à produção de lágrima a partir do momento 2 (M2), quando comparado ao grupo L. Ambos os grupos apresentaram valores superiores ao grupo C, e permaneceram superiores até o M12. Já o grupo L, apresentou um melhor efeito em relação à presença de úlceras de córnea, onde permaneceu negativo em todos os momentos, enquanto que o grupo AAP apresentou-se positivo desde o M3 até o M9. Em relação à presença de células desvitalizadas, o grupo L apresentou um melhor desempenho, tendo 100% de seus animais negativos à partir do M7, enquanto que o grupo AAP apresentou animais negativos para células desvitalizadas à partir do M10. Na citologia esfoliativa não foi observado diferenças importantes entre os grupos. No histopatológico da córnea e conjuntiva, houve presença de edema e degeneração em ambos os grupos, porém necrose foi observado apenas na conjuntiva no grupo L. Houve um aumento significativo das células caliciformes, principalmente no grupo AAP. Diante dos resultados analisados, tanto a fórmula oftálmica quanto o óleo de linhaça são eficientes no tratamento da CCS, porém, a fórmula oftálmica é mais eficaz para o incremento da lágrima, enquanto que o óleo de linhaça mostrou-se mais efetivo na resolução das úlceras de córnea e células desvitalizadas
Abstract: The objective of this study was to evaluate the effectiveness of two protocols of treatment of keratoconjunctivitis sicca (CCS) experimentally induced in rabbits, a topical ophthalmic formulation consisting of 1.4% alcohol povinílico, added with acetylcysteine 10% and 1% pilocarpine (AAP) and another protocol with the use of flaxseed oil (OL) topic in the form of eye drops. A total of 15 white rabbits, male New Zeland. These animals were divided into three groups with five animals each: Group C (control), healthy animals; Group AAP (formula for topical ophthalmic) and Group L (flaxseed oil topically). The rabbits were evaluated weekly by the Schirmer test Lacrimal (TLS), Rose Bengal test (TRB) and Fluorescein test (TF). Monthly tests were performed cytology (EC) and the end of the experiment was carried out euthanasia of animals for histopathological examination of the eyes. There was significant clinical improvement in the parameters analyzed (TLS, TRB and TF) in both groups (AAP, L). However, the AAP group, showed a better effect on the production of tears from the moment 2 (M2), when compared to L. Both groups had values higher than in Group C, and remained superior to the M12. The group L, showed a better effect for the presence of corneal ulcers, which remained negative at all times, while the AAP group was positive from the M3 to M9. Regarding the presence of devitalized cells, the group L showed a better performance, and 100% of their animals from the negative to the M7, while the AAP group animals showed negative for devitalized cells from the M10. In cytology was not observed significant differences between groups. In histopathology of the cornea and conjunctiva, there was edema and degeneration in both groups, but necrosis was observed only in the conjunctiva in the group L. There was a significant increase in goblet cells, especially in the AAP group. Considering the results analyzed, both the formula ophthalmic and flaxseed oil are effective in the treatment of CCS, however, the ophthalmic formulation is more effective to increase the tear, while linseed oil was more effective in resolving ulcers corneal cells and devitalized.
Palavras-chave: Ceratoconjuntivite seca
álcool povinílico 1,4%
acetilcisteína 10%
pilocarpina 1%
óleo de semente de linhaça
coelhos
Keratoconjunctivitis sicca
alcohol povinílico 1.4%
10% acetylcysteine
pilocarpine 1% oil
flaxseed
rabbits.
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Ciências Agrárias
Programa: Mestrado em Ciência Animal
Citação: MOTTA, Danielle Antonelli. Comparison of two protocols of treatment of keratoconjunctivitis sicca experimentally induced in rabbits. 2011. 66 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/tede/handle/tede/655
Data de defesa: 13-Dec-2011
Appears in Collections:Mestrado em Ciência Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DANIELLE_ANTONELLI_DISSERTACAO_29_02_2012.pdf1,06 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.