???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/tede/720
Tipo do documento: Dissertação
Título: Comparação entre o óleo de peixe e de linhaça por via oral no tratamento de ceratoconjuntivite seca experimentalmente induzida em coelhos
Comparação entre o óleo de peixe e de linhaça por via oral no tratamento de ceratoconjuntivite seca experimentalmente induzida em coelhos
Comparação entre o óleo de peixe e de linhaça por via oral no tratamento de ceratoconjuntivite seca experimentalmente induzida em coelhos
Título(s) alternativo(s): Comparison between fish oil and flaxseed orally in the treatment of keratoconjunctivitis sicca experimentally induced in rabbits
Comparison between fish oil and flaxseed orally in the treatment of keratoconjunctivitis sicca experimentally induced in rabbits
Comparison between fish oil and flaxseed orally in the treatment of keratoconjunctivitis sicca experimentally induced in rabbits
Autor: Silva, Danielle Alves 
Primeiro orientador: Andrade, Silvia Maria Caldeira Franco
Primeiro membro da banca: Souza, Miriam Siliane Batista de
Segundo membro da banca: Laposy, Cecília Braga
Resumo: A ceratoconjuntivite seca (CCS), ou olho seco, é uma doença ocular inflamatória crônica frequente em cães e humanos, que ocorre devido a deficiência de produção da porção aquosa do filme lacrimal (deficiência quantitativa) e/ou pela evaporação excessiva da lágrima (deficiência qualitativa), afetando principalmente a córnea e a conjuntiva podendo evoluir para cegueira. O tratamento consiste principalmente no uso como substitutos da lágrima e o uso de imunossupressores (ciclosporina, tacrolimus e pimecrolimus) (STEVENSON et al, 2012). Alguns estudos na Medicina e na Veterinária mostraram bons resultados no controle da CCS com a utilização de ácidos graxos essenciais (AGE), ω-3 e ω-6, devido à sua capacidade de produzir mediadores anti-inflamatórios (BARABINO et al., 2003; NEVES et al., 2013) Como o óleo de peixe e o óleo de linhaça são fontes de AGE, porém com diferenças na sua composição e concentração, e até o presente momento não há um estudo comparativo da eficácia destes compostos no tratamento da CCS. O objetivo deste estudo foi comparar a eficácia no tratamento de ceratoconjuntivite seca (CCS) induzida experimentalmente em coelhos, entre duas fontes de ômega 3 e 6 por via oral, o óleo de peixe (OP) e o óleo de linhaça (OL). Foram utilizados 28 coelhos, fêmeas, da raça Nova Zelândia, divididos em 4 grupos com 7 animais cada: Grupo C (controle), Grupo OP (óleo de peixe), Grupo OL (óleo de linhaça) e Grupo OPL (óleo de peixe e óleo de linhaça). Os animais foram avaliados pelo Teste Lacrimal de Schirmer (TLS), Teste de Rosa Bengala (TRB), Teste de Fluoresceína (TF), Tempo de Ruptura do Filme Lacrimal (TRFL), citologia ocular e análise histopatológica. Os resultados demonstraram que houve aumento significativo nos valores de TLS e TRFL em todos os grupos de tratamento, porém esse aumento foi mais precoce no grupo OP. No TRB o desempenho dos grupos foi similar. Com relação ao parâmetro TF, a marcação negativa foi mais tardia no grupo OPL. Houve uma diminuição significativa no número de células caliciformes no grupo OPL em relação aos demais grupos.Os resultados demonstraram que o OP e OL por via oral melhoram os sinais clínicos da CCS, porém essa melhora foi mais rápida com o OP. O uso combinado dos óleos não trouxe benefício adicional. Esses resultados podem contribuir no futuro com novas formulações orais úteis no tratamento adjuvante da CCS.
Abstract: The keratoconjunctivitis sicca ( CCS ) , or dry eye, is a common chronic inflammatory eye disease in dogs and humans , which occurs due to deficiency of production of the aqueous portion of the tear film ( quantitative deficiency ) and / or excessive tear evaporation (disability qualitative ) , mainly affecting the cornea and conjunctiva may result in blindness . Treatment consists mainly in the use of tear substitutes as the use of immunosuppressive drugs (cyclosporine , tacrolimus and pimecrolimus ) (Stevenson et al , 2012) . Some studies in medicine and veterinary showed good results in controlling the CCS with the use of essential fatty acids (AGE ) , ω -3 and ω -6 , due to its ability to produce anti -inflammatory mediators ( BARABINO et al. 2003 , . NEVES et al , 2013 ) How fish oil and flaxseed oil are sources of AGE , but with differences in composition and concentration , and to the present time there is a comparative study of the efficacy of these compounds in the treatment of CCS . The objective of this study is to compare these two important sources of ω - 3 and ω - 6 , orally , in the treatment of experimentally induced in rabbits CCS .In order to compare the efficacy in the treatment of keratoconjunctivitis sicca ( CCS ) induced experimentally in rabbits , between two sources of omega 3 and 6 orally , fish oil ( FO) and linseed oil ( OL ) . We used 28 female rabbits of New Zealand breed , divided into 4 groups of 7 animals each : Group C (control ) , Group OP ( fish oil) , OL Group ( flaxseed oil ) and Group OPL ( Oil fish oil and flaxseed ) . The animals were evaluated by Schirmer Tear Test ( TLS ) , Rose Bengal Test ( TRB ) , Fluorescein test ( TF ) , Time Tear Film Break ( TRFL ) , ocular cytology and histopathology . The results showed a significant increase in the values of TLS and TRFL in all treatment groups , but this increase was earlier in the OP group . TRB in the performance of the groups was similar. With respect to the parameter TF , negative marking was delayed in group OPL . There was a significant decrease in the number of goblet cells in the OPL group in relation to other grupos.Os results showed that OL and OP orally improve the clinical signs of CCS , however this improvement was more rapid with the OP . The combined use of oils brought no additional benefit . These results can help in the future with new oral formulations useful in the adjuvant treatment of CCS .
Palavras-chave: ceratoconjuntivite seca
coelhos
óleo de peixe
óleo de linhaça
ômega 3 e 6, oral
keratoconjunctivitis sicca
rabbits
fish oil
flaxseed oil
omega 3 and 6 , oral
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Ciências Agrárias
Programa: Mestrado em Ciência Animal
Citação: SILVA, Danielle Alves. Comparison between fish oil and flaxseed orally in the treatment of keratoconjunctivitis sicca experimentally induced in rabbits. 2014. 62 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/tede/handle/tede/720
Data de defesa: 20-Mar-2014
Appears in Collections:Mestrado em Ciência Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DANIELLE ALVES SILVA.pdf964,31 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.