???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/tede/800
Tipo do documento: Dissertação
Título: A informática na educação especial e a questão da autonomia
Título(s) alternativo(s): The informatics in the special education an autonomy question
Autor: Kliemann, Marciana Pelin 
Primeiro orientador: Gitahy, Raquel Rosan Christino
Primeiro membro da banca: Ruiz, Adriano Rodrigues
Segundo membro da banca: Meneguette, Arlete Aparecida Correia
Resumo: Devido à carência de materiais adaptados e instrumentos que possibilitem inclusão dos alunos especiais na sociedade, a educação especial torna-se ainda mais exigente que a educação regular. Nesse pensamento é que se justifica a presente dissertação, objetivando investigar como a informática propicia autonomia para o aluno com necessidades educativas especiais, dispondo de um apanhado geral sobre essa modalidade de ensino, destacando que todo indivíduo, atendido de maneira diferenciada, é capaz de realizar tarefas do cotidiano de maneira satisfatória, não como ser passivo, mas um ser atuante nas mudanças sociais. Direciona-se, portanto, à problemática dos alunos especiais, que precisam de suporte para atingir um índice real de inclusão, conquistando autonomia intelectual, livre, portanto, de coações e direcionamentos análogos e heterônomos, a um encaminhamento à conquista da autonomia que se faz essencial para a construção da identidade dos sujeitos que esperam superar suas incapacidades. Embora haja uma preocupação com todas as deficiências, a presente dissertação traçou uma abordagem geral das deficiências física, sensorial e mental. A compreensão da idéia de autonomia na Educação Especial foi baseada na teoria de Piaget. A pesquisa foi realizada nas seguintes etapas: a) observação do comportamento de 10 crianças comprometidas cognitivamente com faixa etária entre 8 a 17 anos na cidade de Cascavel no Estado do Paraná, durante a utilização de dois softwares educacionais; b) pesquisa exploratória com coleta de dados quantitativa, via questionário com instrutores de informática que atuam com alunos especiais, sobre o nível de interação destes com o computador e a conquista da autonomia mediante a utilização de softwares que propiciam a socialização de suas idéias e a conquista do aprendizado; c) após a verificação dos resultados percebeu-se que os instrutores de informática possuem dúvidas sobre a mediação da autonomia pelo computador, o que resultou em uma prática interventiva sobre a questão da autonomia durante a utilização de softwares educacionais. Pela análise dos resultados foi possível perceber as seguintes conclusões: os alunos apresentaram grande entusiasmo ao manipular os softwares propostos e geraram uma condição de autonomia, mediante a interação com a máquina; quanto aos instrutores, contatou-se, via questionário, que eles precisam ampliar seus conhecimentos pedagógicos acerca do computador. Após a ação interventiva verificou-se a mudança positiva de opiniões destes profissionais sobre o trabalho com a informática na escola servindo, então, como recurso de interação e conquista da autonomia.
Abstract: More demanding than the Regular Education, the Special Education which besides inserting the special students in the social and educational context, searches new resources to develop the integration processes of theirs; following this thought is that this dissertation is justified, aiming: to investigate how the computer dealing provides with autonomy for the student with special educational needs, availabling a general field about this Modality of Teaching. Pointing out that every individual, attended in a different way is able to perform daily tasks in a satisfactory way, not as a passive person, but as an acting person in the social changes. Therefore, the problem of special students who need support is driven, to reach a real rate of inclusion, achieving intellectual autonomy; free, therefore, from coactions and analog and heteronymous approach, leading to the autonomy conquering that is essential for the identity building of people that expect to overcome their inabilities. Although there is concern with all the deficiencies, this paper traced a general approach of the physical, sensorial and mental deficiencies. The comprehension of autonomy idea in the Special Education area was based on Piaget s theory. The research was performed in the following steps: a) behavior observation of 10 children compromised cognitively whose ages were between 8 and 17 years old in the city of Cascavel Pr during the use of two softwares; b) exploratory research with statistical quantitative data collect, through a questionnaire with computer dealing instructors who work with special students, about the interaction level with the computer and autonomy achievement front the use of softwares that enable the socialization of their ideas and the learning achievement; c) after the verification of the results, it was noticed that the computer dealing instructors have doubts about the mediation of the autonomy by the computer, what generated a interceptive practice about the autonomy during 1the use of educational softwares. The analysis of the results imposed the following conclusions: the students presented great enthusiasm when manipulating the proposed softwares and generated an autonomy condition through the interaction with the machine; as for the instructors, it was verified through the questionnaire, that they need to enhance their pedagogical knowledge about the computer; after the interceptive action it was verified that a positive change of opinions of these professionals about the work with computers at schools, thus serving as an interaction and autonomy achievement resource.
Palavras-chave: Informática
Autonomia
Educação Especial
Estudante
Computer dealing
Autonomy
Special education
Student
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Oeste Paulista
Sigla da instituição: UNOESTE
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Mestrado em Educação
Citação: KLIEMANN, Marciana Pelin. The informatics in the special education an autonomy question. 2006. 102 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.unoeste.br:8080/tede/handle/tede/800
Data de defesa: 5-Apr-2006
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PDF - Marciana (Arquivo PDF).pdf1,52 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.